SEJA BEM-VINDO AO NOSSO SITE

+55 (17) 3233-74 39

+55 (17) 99147-1839

Procedimentos

Tumores de Pele

Várias são as lesões que acometem o revestimento cutâneo e delas a que mais nos interessa em função de serem as mais freqüentes, são os nevos, mais vulgarmente chamados de pintas, que geralmente estão presentes em todo nosso corpo, principalmente nas áreas expostas à radiação solar.

Os nervos normalmente não oferecem perigo quando se mantém nas suas características existentes, ou seja, tamanho, cor, forma, não gerando prurido ou quaisquer outras alterações.

Todavia, tornam-se preocupantes quando estão presentes nas áreas de atrito, como palma das mãos, planta dos pés, na face dos homens (que se barbeiam diariamente), costas, genitália, enfim, em todos os locais que possam ser atritados. A retiradas dessas lesões, alem do caráter estético presente em muitas situações, tem como objetivo a prevenção do desenvolvimento do câncer de pele, principalmente do melanoma, o mais agressivo entre os diferentes tipos.

Outras lesões comumente presentes na pele são as lesões pré-cancerosas e os cânceres de pele que, basicamente, consistem em um crescimento rápido e descontrolado das células. Esta diferenciação deve ser feita pelo cirurgião e, nos casos de dúvida, é indicada uma biopsia da lesão para análise pelo patologista.

Os cânceres de pele são lesões que geralmente apresentam pequenas ulcerações ou sangramentos e não cicatrizam. Freqüentemente ligadas à exposição solar, são portanto mais comuns em áreas como face e membros superiores, embora possam surgir em qualquer parte do corpo. Podem parecer também como pequenas manchas avermelhadas, que não respondem aos diferentes tratamentos tópicos (pomadas). A exposição excessiva aos raios solares aumenta demasiadamente a incidência de câncer de pele, principalmente nos indivíduos de pele clara, sendo o motivo principal da grande recomendação para o uso constante de protetores solares, hoje conhecida por todos.

Em termos práticos, se você tem alguma “lesão” de pele que apresenta alguma mudança de comportamento – aumento de tamanho, mudança de cor, prurido ou ulceração – procure pelo cirurgião para uma avaliação e eventual tratamento. Quanto menor a lesão melhor o resultado na sua excisão e menos dor de cabeça em sua evolução. Com todo arsenal hoje disponível – laser, fototerapia, cirurgia, etc – essas lesões, nas mãos de um especialista, são tratadas com o mínimo de seqüelas cicatriciais.